segunda-feira, 22 de agosto de 2011

São só Palavras

Aquela vontade de escrever sobre nada novamente vem à tona...
O sentimento, tornou-se uma espécie de orifício, o amor doou um pouco do seu lugar à imensa e mortífera saudade. (...)
Passaram-se sete meses desde o primeiro beijo, sete meses maravilhosos, eu diria...
Evoluí tanto em míseros sete meses - se comparados a tudo que temos para viver ainda.
Aprendi muito, principalmente a acreditar novamente em felizes para sempre, em amor de contos de fada... Aprendi que histórias lindas de amor não existem apenas em filmes românticos.
Amor é vida real! Amor é sonho realizado, esperança encontrada no olhar do outro. Amor são sorrisos, trocas de olhares cúmplices, de abraços apertados, de beijos roubados, de carinhos, afagos, de palavras sinceras.
Quando se ama, não se abandona... Amar é proteger, cuidar, querer o bem do outro acima de tudo.
E por isso digo e repito, mil vezes se precisar, que eu te amo, eu te amo demais! Porém, são só palavras, nada que te faça entender o que eu realmente sinto... Te amo além do verbo amar, além da palavra amor e de todos os significados que atribuí a ela. Te amo muito além dessa expressão tão clichê, que faço uso...
Enfim, esse é meu jeito de dizer que eu te amo além de todas as explicações e acima de todas as maneiras possíveis de amar.

4 comentários:

  1. teu sentimento é com certeza um dos mais lindos e sinceros que já vi! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oxi, obrigada Nanda!!! Com toda a certeza é sim *-* Como o teu, hehe

      Excluir
  2. ai que lindo lo que escribiste ♥ Se nota que estas muy enamorada! Mandale saludos a Eduardo que te ama mucho :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou sim Mili, muitão! E obrigada querida...

      Excluir

Publicar um texto é um jeito educado de dizer “me empresta seu peito porque a dor não tá cabendo só no meu”. (Tati Bernardi)